Wishful Thinking

sábado, 20 / outubro / 2012

Wishful ThinkingWishful thinking é uma expressão da língua inglesa, ainda sem equivalente em português. E bem precisa de um por ser relativamente difícil de pronunciar (assim como o temido “bluetooth”). Trata-se de um tipo de falácia, ou erro de raciocínio, que consiste no seguinte:

Continue lendo »

Anúncios

A Farsa das Eleições

quarta-feira, 29 / setembro / 2010

As eleições no Brasil são uma farsa, um golpe. Mas não, não se trata de mais uma teoria conspiratória nem daquelas baboseiras comunistas sobre “eleições da burguesia”. E para demonstrar esta tese vamos fazer aqui uma simulação bem simples.

Continue lendo »


Liberdade de Expressão e Mídia

quarta-feira, 16 / julho / 2008

O IV Congresso Brasileiro de Publicidade está debatendo a liberdade de expressão, ensejado por proibições de alguns anúncios comerciais.

Continue lendo »


CQC no Congresso

segunda-feira, 30 / junho / 2008

A equipe do programa jornalístico-humorístico CQC (“Custe o que Custar”) da Band, conduzido pelo pândego Marcelo Tas, foi proibida de entrar nas dependências do Congresso Nacional por alguns que se julgam donos da “casa do povo” e não querem ser incomodados com perguntas sarcásticas. Por ser favorável à Liberdade de Expressão Total, Ampla, Geral e Irrestrita, não posso deixar de apoiar a campanha CQC no Congresso.

Continue lendo »


Políticos que apoiaram a CSS na Câmara

quarta-feira, 25 / junho / 2008

Votaram a favor da CSS (“Contribuição” Social para Saúde) na Câmara dos Deputados:

Continue lendo »


O crime compensa…

quinta-feira, 10 / abril / 2008

Futuro presidente tocando piano no DOPS (Departamento de Ordem Pol�tica e Social)… pelo menos no Brasil.

Atualmente o uso de drogas não é considerado crime e o tráfico tem pena relativamente leve, e existem pressões de alguns grupos para a descriminalização das drogas. Agora imagine-se a seguinte situação:

Continue lendo »


Afinal, o Horário de Verão compensa?

quinta-feira, 21 / fevereiro / 2008

Lendo à luz de velasQuem já leu duas ou três notícias sobre o horário de verão deve ter notado que as informações são resumidas, incompletas, confusas e freqüentemente contraditórias. Uma pesquisa no Google pode mostrar isso. Resolvi então fazer o trabalho que jornalistas preguiçosos não fizeram e fui até o site do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) estudar por conta própria os relatórios de análise dos resultados do horário de verão (que, aliás, não são muito claros) para responder eu mesmo minhas perguntas.

Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: